cultura

Noticias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
< >

Feira de ArteExposição temporária “Os Sons da Água…

Exposição temporária “Os Sons da Água” Museu da Água de CoimbraPela Arte percorremos caminhos… humanos e divinos… que se conjugam na sobriedade do viver as emoções… percursos que construímos… transculturais… num pranto de marcha… num diálogo… ao encontro… hóstia que se partilha num chão de todos… essa Arte Somos! Tal água que corre… tal Vida… estórias e memórias que se entrelaçam, afluentes reinterpretados pela Arte, numa sonoridade...

Ler mais

Feira de Arte

Feira de Arte A Feira de Arte é uma iniciativa organizada pela Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro em parceria com a Vieira Duque Galeria de Arte e Cultura, com o objetivo de fazer chegar ao público, através de um clique, obras de arte diversificadas, de vários artistas nacionais e internacionais. Obras de desenho, pintura, escultura, fotografia, entre outras, podem encontrar um lugar de destaque em...

Ler mais

URGE A POESIA

2021 | URGE A POESIA | Feira Editorial de Poesia Feira Editorial de Poesia Podeis viver três dias sem pão;sem poesia, nunca;(Charles Baudelaire) A Feira Editorial de Poesia é uma iniciativa que se iniciou no dia 22 de Maio de 2021 e que se manterá até ao final do ano. Nesta Feira poderá encontrar obras de grande relevo, edições exclusivas, primeiras edições, entre outros destaques! O evento ocorrerá...

Ler mais

Dia Internacional dos Museus 2021

Dia Internacional dos Museus 2021

Dia Internacional dos Museus 2021 | 18 de Maio de 2021 O Futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar O Dia Internacional dos Museus está a chegar! Esta data lembra-nos da importância da Arte e da Cultura na sociedade! Teremos todo o gosto em recebê-lo neste grande dia! A entrada no nosso Museu é gratuita! Não se esqueça da máscara e, se vier em grupo, basta fazer marcação prévia....

Ler mais

FEIRA DE ARTE

FEIRA DE ARTE

Feira de Arte promovida pela Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro em parceria com a Vieira Duque - Galeria de Arte e Cultura. Obras de desenho, pintura, escultura, fotografia, entre outras, podem encontrar um lugar de destaque em sua casa ou serem presentes exclusivos e diferenciados para oferecer a amigos. Agora resta saber: Quais são as temáticas que lhe são mais queridas? Com que artistas...

Ler mais

Aviso | Alteração Provisória de Horário

Aviso | Alteração Provisória de Horário

AvisoAlteração provisória de horário para visitas presenciais Devido às contingências causadas pela pandemia de COVID-19, o horário para visitas presenciais ao Museu será temporariamente restrito. O serviço de secretaria funciona no horário normal através dos seguintes contactos:(+351) 234 623 720(+351) 913 333 000conservador.museu@fundacaodionisiopinheiro.pt- redes sociais da Fundação (Facebook e Instagram) Horário temporário do Museu: (para realização de visitas faça marcação prévia)Terça a Sexta-feira: 14:00 às 17:30 Sábado: 10:00 às...

Ler mais
 Mais Noticias >> Consulte o nosso arquivo de Noticias.

Apresentação

Começo por cumprimentá-los a todos em nome da Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro.

É impossível ignorar que entre a produção artística de uma determinada época e a situação social, cultural, religiosa, económica e política estão sempre presente relações de íntima cumplicidade levando, no estudo da história de arte, a uma obrigatória abordagem e conhecimento do meio social em que surge, na respectiva contemporaneidade. Então, a arte e o seu reflexo presente e futuro são um produto do diálogo entre ela e o ente social e o respectivo poder, sem determinismos últimos ou um condicionalismo fatal, extraindo-lhe qualquer autonomia imaginativa.

Sala 2 do Museu Dionisio PinheiroNo Museu, o objecto não perde as funções anteriores, antes ganha a capacidade de representar, contando uma história.

O objecto museológico pode ser transformado pela acção da humanidade e da natureza, que lhe conferirá novos atributos estéticos e de funcionalidade.

São estas metamorfoses que se operam neste Museu. Mutações do objecto. Um crucifixo manterá o valor de culto, no entanto, ganha o valor de exposição. Permitindo, assim, o estudo entre a humanidade e a realidade.

Sendo assim, os objectos comunicam, tal como outro bem cultural ou natural, estabelecendo relações díspares por entre o público que o admira, o examina, o ama, o deseja, o cultiva, o ignora. Igual à música do Cartola, as rosas não falam, mas roubam o perfume da mulher amada.

Continuar... Apresentação