cultura

Noticias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
< >

Encerramos para férias durante o mês de Agosto

Encerramos para férias durante o mês de Agosto

A Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro encerra para férias durante o mês de Agosto.

Ler mais

Comemoração do 33º Aniversário do Museu da Fundaçã…

Comemoração do 33º Aniversário do Museu da Fundação

Convite do 33º Aniversário do Museu da Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro

Ler mais

Concerto de Piano por Bernardo Santos

Concerto de Piano por Bernardo Santos

Bernardo Santos, pelo 2º ano Bolseiro da Fundação para estudos em piano, apresentará mais um concerto na nossa Sala de Pintura Portuguesa no emblemático Piano ERARD de 1883.

Ler mais

Poemas de Paulo Marçalo – Confissões – Encenados …

 Poemas de Paulo Marçalo – Confissões – Encenados e ditos por Aurora Gaia

É missão da Fundação divulgar o trabalho artístico de gente desconhecida nas mais variadas expressões artísticas, que na sua génese, comuniquem valores de Humanidade. Paulo Marçalo mostra na sua lide poética uma introspecção de um Ser Português cujo pranto enaltece e revigora a ligação ao Mar, à Terra, à Natureza e aos mitos que nos trazem a Memória. Num sentimento tão-só de Saudade que nos...

Ler mais

Prémio Artístico Mateus A. Araújo dos Anjos 2018 à…

Prémio Artístico Mateus A. Araújo dos Anjos 2018 à Pintora Elizabeth Leite

O Prémio Artístico Mateus A. Araújo dos Anjos é anual e destina-se a jovem artista que no decorrer do corrente ano tenha mostrado um comportamento, uma dinâmica e uma criatividade, dentro de valores de Urbanidade, de excelência e no encontro à Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro, nos seus objectivos estatutários e na defesa dos valores, pela Arte, defendidos pelo nosso Instituidor Dionísio Pinheiro...

Ler mais

Homenagem Caminhos de Memória 2018 a Aurora Gaia, …

Homenagem Caminhos de Memória 2018 a Aurora Gaia, Personalidade

Mulher das Artes e da Cultura, Grande Amiga e Pessoa de Afectos. Pelo percurso, pela excelência, pela dedicação, pela amizade a esta Instituição e pela Vida de e em Cultura da Pessoa Excelse que é Aurora Gaia.

Ler mais

Vasos Gregos e Pintura de Tema Clássico

Vasos Gregos e Pintura de Tema Clássico

Obras da colecção permanente do Museu; dos séculos IV a.C., XVI, XVII e XIX.Autoria de Carlos A. Martins de Jesus e J.M. Vieira Duque (Conservador do Museu); prefácio da Professora Doutora Maria Helena da Rocha Pereira; acompanhamento científico do Professor Doutor José Ribeiro Ferreira; edição Imprensa da Universidade de Coimbra.

Ler mais

Obras do Museu no Art Project da Google

Obras do Museu no Art Project da Google

É com muito orgulho que anunciamos que grande parte das obras do nosso Museu fazem parte do "Art Project" da Google. O "Art Project" é uma galeria virtual que agrga as melhores obras, dos melhores Museus de todo o Mundo, é uma honra e um prestígio muito grande fazermos parte deste projecto.Poderão consultar o nosso espaço no "Art Project" aqui! Esta plataforma do Art Project...

Ler mais
 Mais Noticias >> Consulte o nosso arquivo de Noticias.

Apresentação

Começo por cumprimentá-los a todos em nome da Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro.

É impossível ignorar que entre a produção artística de uma determinada época e a situação social, cultural, religiosa, económica e política estão sempre presente relações de íntima cumplicidade levando, no estudo da história de arte, a uma obrigatória abordagem e conhecimento do meio social em que surge, na respectiva contemporaneidade. Então, a arte e o seu reflexo presente e futuro são um produto do diálogo entre ela e o ente social e o respectivo poder, sem determinismos últimos ou um condicionalismo fatal, extraindo-lhe qualquer autonomia imaginativa.

Sala 2 do Museu Dionisio PinheiroNo Museu, o objecto não perde as funções anteriores, antes ganha a capacidade de representar, contando uma história.

O objecto museológico pode ser transformado pela acção da humanidade e da natureza, que lhe conferirá novos atributos estéticos e de funcionalidade.

São estas metamorfoses que se operam neste Museu. Mutações do objecto. Um crucifixo manterá o valor de culto, no entanto, ganha o valor de exposição. Permitindo, assim, o estudo entre a humanidade e a realidade.

Sendo assim, os objectos comunicam, tal como outro bem cultural ou natural, estabelecendo relações díspares por entre o público que o admira, o examina, o ama, o deseja, o cultiva, o ignora. Igual à música do Cartola, as rosas não falam, mas roubam o perfume da mulher amada.

Continuar... Apresentação